• MINHA CONTA
  • FALE CONOSCO
  • NEWSLETTER
X

Já sou cadastrado

Ainda não tenho cadastro

CADASTRAR
X

    Entre em contato com a FAS





    Telefone: 11 3086-1661 | WhatsApp: 11 94713-9743
    [email protected]
    Alameda Gabriel Monteiro da Silva, 413 – Jardim América - CNPJ 00.817.414/0001-08

    Carles Riart

    Carles Riart foi um designer incomum na cena do design espanhol, reinterpretando designs tradicionais à sua maneira. Ele foi o ponto de partida do catálogo da Santa & Cole, sendo o primeiro autor publicado pela empresa com a lâmpada La Colilla em 1985. A partir daí, toda a coleção cresceu lentamente até o que é hoje. Como filosofia, Carles Riart seleciona o artesanato antes do processo industrial, visando clássicos atemporais. Em 2011, ele recebeu o Prêmio Nacional de Design da Espanha em reconhecimento à sua carreira. 

    Nascido em Barcelona em 1944, Carles Riart estudou na Escola de Arte e Design EINA da cidade durante o treinamento na oficina de marcenaria de Raimundo Giné. Ele é considerado um designer-chave na cena espanhola, apesar de preferir se autodenominar um “marceneiro”, já que sempre focou seu trabalho em móveis. Desde muito jovem demonstrou um grande interesse pelo design, abrindo, com apenas 19 anos, uma loja de artigos para a casa e um estúdio de design de interiores: a Gris . Tamanho foi o seu sucesso que, após ver um aumento nos pedidos de design de interiores, ele lançou uma segunda linha de negócios, projetando bares e galerias, entre outras encomendas.

    No final da década de 1970 começa a ganhar estatura no campo do desenho industrial, aceitando colaborações com empresas líderes nacionais e internacionais. O trabalho de Riart é caracterizado por suas reinterpretações de designs tradicionais que ele infunde com uma emoção pós-modernista requintada. As suas peças emblemáticas distinguem-no no mundo do design de interiores – obras como a cadeira Desnuda (1973), a poltrona Vallvidrera (1978) ou a cadeira Mecedora (1979). Também se aventurou no mundo da iluminação com a lâmpada La Colilla (1976): um tubo translúcido que aloja pequenas lâmpadas de néon que, quando penduradas com fios transparentes, dão a aparência de flutuar. Gabriel Ordeig ficou cativado por este candeeiro único e, em conjunto com a equipa Santa & Cole, decidiu adoptá-lo como a primeira edição da empresa incipiente.

    Riart consolidou sua técnica ao sobrepor o artesanato ao industrial. Experimentando técnicas manuais, ele conseguiu oferecer soluções muito distantes do que era comum na época. Despreocupado com tendências e modas, sempre desenhou objetos com foco na durabilidade ao longo do tempo, nas pessoas que os utilizarão e nos espaços em que irão conviver.   

    Desígnio cotidiano à parte, Carles Riart contribuiu para a organização da cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de Barcelona de 1992: foi sua idéia que um arqueiro dispusesse uma flecha flamejante no caldeirão para acender a chama olímpica. Tornou-se uma das imagens mais emocionantes e icônicas dos Jogos. Riart também trabalhou como professor, lecionando na escola EINA em Barcelona em várias fases de sua vida. 

    Os muitos elogios de Carles Riart incluem o Prêmio Nacional de Design da Espanha (2011), o ADI-FAD Golden Delta (1970 e 1974), o European Top-Ten Award (Colônia, 1994). Sua obra Penjador Ona foi selecionada para fazer parte da coleção permanente do Museu de Arte Moderna de Nova York. Santa & Cole elaborou um livro que descreve a carreira de Riart, incluindo imagens de suas peças mais representativas, desde ícones do design até suas próprias ilustrações.  

    compartilhar com
    copiar link

    Obras de Carles Riart na FAS