Maija (pendente)

Ilmari Tapiovaara 1955

Tapiovaara disse que “é impossível criar um novo objeto sem um ponto de referência, e a natureza é o melhor e mais próximo manual para o projetista industrial. Seja em termos da finalidade do objeto, isto é, de seus requisitos funcionais; ou em termos de forma, cor, material e proporção adequada”. Em 1955, quando Alvar Aalto era a figura dominante da vida cultural de Helsinque, Ilmari Tapiovaara se apresentou como o primeiro designer finlandês não-arquiteto. Especialista em cadeiras e móveis, ele criou sua única e única luminária: Maija.

A coleção Maija transmite a sensação de luz nas cidades do Báltico, onde as ruas são pouco iluminadas, além da luz que atravessa as janelas de casas e lojas: de dentro para fora. Inspirado por isso, Tapiovaara criou uma estrutura de favo de mel composta por discos de metal empilhados que filtram sua feliz luz interior.

Um objeto luminoso impressionante, luminária de mesa, piso ou pendente. A versão pendente foi reeditada em dois tamanhos, com discos de 15 ou 30 cm de diâmetro. Ambos os modelos possuem um difusor de vidro branco interior que filtra a luz; podem ser usados ​​como unidades únicas ou em uma sequência. A família Maija faz parte da coleção Design Classics, uma série de objetos criados em momentos diferentes durante a era modernista.

Abajur metálico e cobertura circular com acabamento em branco fosco ou rosa-nude (Maija 15). Estrutura em latão com acabamento fosco. Difusor em vidro translúcido branco.

Additional Information

Weight 1 kg
Lâmpada

4W. 700 mA (Maija 30) / Entrada: 90 ~ 305 Vac. (50 Hz / 60 Hz). De acordo com a destinação. Ta Cor: 2.700 K CRI típico: 90 Vida útil: 40.000 h Fluxo luminoso: 289 lm (Maija 15) ou 329 lm (Maija 30), Fonte de luz incluída (regulável): LED embutido. Saída 6W. 500 mA (Maija 15) ou saída 8

Não há avaliações ainda.

Apenas usuários cadastrados poderão registrar seus comentários.

Categorias: , Tag: